Arquivo de Valor Archives - TheDOMNetwork!

11Jun2012
O Erro Imperdoável de Jim Collins Thumbnail

O Erro Imperdoável de Jim Collins

A principal afirmação que postulamos como premissa e que desafiamos a ser contestada de forma geral (exceções pontuais monopólicas ou públicas não valem) é que... Toda e qualquer empresa foi pensada, concebida, engendrada ou parida por acidente para suprir uma demanda real ou potencial de mercado. E, por mercado entendam-se Clientes (consumidores ou empresas). A afirmação imediatamente decorrente desta é que... (more…)

Leia mais
11Jun2012
Seus Clientes deveriam ser seu Principal Stakeholder? Thumbnail

Seus Clientes deveriam ser seu Principal Stakeholder?

“Todos os Animais São Iguais, mas Alguns São Mais Iguais que Outros” O trecho acima faz parte do romance “A Revolução dos Bichos” do autor inglês George Orwell. Para quem não conhece a história, a frase acima está no contexto de uma revolução empreendida por um conjunto de animais que resolve se libertar dos domínios e da exploração dos donos de uma fazenda. Curiosamente, esta sentença também serve para ilustrar a seguinte questão: No final do dia, qual é o stakeholder mais importante para sua empresa? Investidores? Reguladores? Funcionários? Fornecedores? Clientes?

Leia mais
17Dec2010
E-Book – Talentos Maximizando Valor Thumbnail

E-Book – Talentos Maximizando Valor

E-Book Talentos Maximizando Valor DOM Strategy Partners 2010 View more presentations from DOM Strategy Partners

Leia mais
01Dec2010
E-Book – Gestão de Valor Thumbnail

E-Book – Gestão de Valor

E-Book Gestão de Valor DOM Strategy Partners 2010 View more documents from DOM Strategy Partners

Leia mais
01Dec2010

O Valor da Gestão Estratégica dos Ativos Intangíveis

O planejamento estratégico, ao estabelecer metas e objetivos para a empresa, realiza uma profunda análise acerca de variáveis e condicionantes internas e externas a fim de projetar resultados derivados dos planos de ação e investimentos priorizados para determinado período de atuação. Apesar dos resultados projetados serem, em sua grande maioria, resultados tangíveis, percebe-se que uma grande parcela dos resultados obtidos, assim como a boa parcela da composição de valor da empresa, é fundamentada nos chamados ativos intangíveis. Uma vez que não podemos deixar de considerar os impactos, ainda que indiretos, dos ativos intangíveis nos resultados gerados e no valor de mercado da companhia, faz-se necessária a implementação de um eficiente modelo de gestão e mensuração dos resultados trazidos ou potencializados por esses valiosos ativos, bem como do valor protegido por eles, já que, em geral, concentram grandes orçamentos em suas áreas de governança (vide Marketing, Sustentabilidade, RH e TI).

Leia mais
01Dec2010

Gerenciando a Metade do Investimento em Marketing Que Vai para o Lixo

Existe uma máxima dentre os profissionais de marketing de que “metade do dinheiro investido em marketing vai para o lixo, só não se sabe qual metade”. Apesar de dita sempre em tom de sátira ou gozação, o fundo de verdade desta afirmação não deixa de transparecer: se o Marketing não gera resultados tangíveis ou perceptíveis através de indicadores como aumento de vendas ou market-share, parte do investimento certamente foi jogada no lixo. Porém, essa forma de compreender os investimentos em Marketing como despesa ou custo desconsidera seu principal valor. Um valor qualitativo, de difícil mensuração pelos instrumentos de gestão tradicionais, mas que representa a principal arma para a competitividade das empresas hoje: o Valor do Marketing como potencializador dos chamados Ativos Intangíveis, como Marcas, Imagem, Conhecimento, Relacionamento, dentre outros. Nessa visão, os investimentos em ações de marketing, comunicação, relacionamento e demais ações não são jogados no lixo, mas sim contabilizados como parte do valor intangível da empresa, traduzido pelo delta de seu valor de mercado menos seu patrimônio líquido.

Leia mais
03Nov2010

Sustentabilidade Sem Percepção Não Tem Valor

Que a Sustentabilidade faz parte da pauta do momento nos fóruns corporativos, sejam de alto, médio ou baixo escalão já não é novidade. Os conceitos estão cada vez mais sendo compreendidos, iniciativas (pontuais ou estratégicas) adotadas e resultados obtidos por empresas e instituições. Porém, olhar as dinâmicas que fomentam ou impedem a adoção da Sustentabilidade em um espectro mais amplo – inserida no modelo econômico, setorial e de negócios e não como atividade filantrópica, indireta ou colateral – é crucial para se garantir, não apenas um impacto positivo no triple bottom line, como também um ganho real de Reputação, através – mas não somente - da associação contínua do atributo “Sustentável” ao processo de Branding e Comunicação com os diversos Públicos de Interesse.

Leia mais
21Oct2010

Valor para o Cliente e Retorno para o Acionista: Dilema ou Complemento?

Recentemente em nosso processo recorrente de análise e avaliação de metodologias e tendências colocamos em pauta a discussão de uma abordagem acerca do dilema entre duas grandes prioridades que populam decisões, focos de investimento e esforços nas empresas: o retorno para o acionista e o foco em trazer valor para o cliente. Como base para nossa discussão utilizamos um artigo publicado originalmente na revista Harvard Business Review (janeiro de 2010) intitulado: A Era do Capitalismo do Cliente, de Roger Martin. Tal artigo trazia uma grande idéia e alguns argumentos para fundamentarem sua tese, que afirmava ser  “hora de abandonar a tese popular de que a grande prioridade da empresa deve ser maximizar o valor ao acionista. A idéia é trágica e inerentemente falha”.

Leia mais
06Oct2010
Gestão da Reputação Corporativa Thumbnail

Gestão da Reputação Corporativa

Diferente da forma de outras companhias analisarem reputação, a metodologia da DOM Strategy Partners (http://www.domsp.com.br), base para o Ranking Reputation Index, não associa a reputação corporativa apenas às marcas e aos produtos/serviços das companhias. Ao contrário, considera esta visão de certa forma superficial e economicamente inadequada, uma vez que a reputação corporativa é composta de diversos elementos que se combinam e retroalimentam em aspectos tangíveis e intangíveis. Para a DOM, o reflexo de uma boa reputação corporativa nos resultados financeiros e econômicos da empresa deve ser verificado para que tal reputação possa ser efetivamente considerada como boa, positiva ou de valor. Sem tal constatação, por melhor que seja a avaliação da reputação de uma empresa por seus públicos de interesse, a mesma se restringe a uma percepção isolada dentro da dinâmica de negócio da empresa, não estimulando o call to action e a retroalimentação do sistema, seja através da aquisição de produtos ou serviços ou da disseminação e viralização de conteúdos e mensagens. (more…)

Leia mais
21Sep2010
Valor Estratégico dos Intangíveis Thumbnail

Valor Estratégico dos Intangíveis

1) O que são Ativos Intangíveis O verdadeiro epicentro da diferenciação competitiva, aquela que alavanca o negócio das empresas garantindo que estas consigam alcançar as margens históricas demandadas por seus acionistas é um conjunto de vetores estratégicos que chamamos de Ativos Intangíveis. Ativos intangíveis são ativos imateriais, garantidores da perenidade e da diferenciação competitiva das empresas, responsáveis pela geração e/ou proteção de valor corporativo aos acionistas e demais stakeholders das empresas. (more…)

Leia mais